Emoções de fim de ano

 

 

 

Olá amados,

 

Vamos procurar nos harmonizar diante das emoções de fim de ano, pois temos a tendência inconsciente de perceber a passagem de ano como algo que possa ter  poder de transformar nossa realidade, ou nos libertar de algum sofrimento; entramos assim num estado de ansiedade e angústia, que pode nos aprisionar no medo da não realização. É preciso atenção com as emoções do fim do ano.

Vamos suavizar nossos impulsos imediatistas e aquietar nossas mentes, sem criarmos expectativas excessivas com nossas metas para o próximo ano.

A simplicidade naquilo que buscamos pode simplificar e esclarecer nossas mentes e corações.

A simplicidade naquilo que desejamos pode suavizar nossos impulsos e dissolver emoções precipitadas; mas para que a dissolução dessas emoções sufocantes aconteça, é preciso também que nos perdoemos.

O auto perdão diante do que não realizamos deve ser trabalhado. Podemos nos acolher e nos perdoar, visualizando em nossos corações a força da liberação dos sofrimentos vividos no ano que se finda.

O ano novo pode trazer o desconforto e a esperança da novidade, e se tivermos a humildade de nos ver como pequenos pássaros que aprendem a dar seus primeiros voos, e às vezes caem nas primeiras guinadas, nos permitiremos recomeçar aprendendo e mudando, pois se somos pequenos pássaros, existe um universo a ser descoberto e nada precisa ser resolvido no final do ano.

Deixemos o impulso de resolução imediatista. Vamos nos harmonizar e acreditar em nosso potencial de mudança, recomeçando na aceitação da novidade e todas as suas estranhezas.

Saibamos valorizar as estranhezas e saibamos nos reconectar com nossas almas que vibram amor pela vida na plenitude de simplesmente ser.

O ano novo pode nos devolver a humildade do recomeço quando podemos ser simples em nossas buscas e metas. Aceitando nossas limitações e nos perdoando. Visualizando nossos potenciais e nos valorizando.

Na simplicidade, pureza e gratidão pelo que já somos, fazemos do fim do ano uma celebração de vida nova que tem o direito de renascer pequena e verdadeira.

Paz e luz!

 

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X