Como ajudar as pessoas?

Olá amados,
O desejo de ajudar as pessoas é na natureza humana. É inerente à vida.

O desejo de participar da realidade do outro, de ajudar, de compartilhar… parte de nossa alma
humana.

Entretanto, se este desejo não for lapidado, o conflito sempre será maior nas relações. E nos
sentiremos prejudicados.

Quando o desejo de ajudar o outro vibra na esfera do Ego, tudo tende a dar errado. E os
conflitos se manifestam rapidamente.

Infelizmente o desejo de ajudar o outro, interferindo na realidade deste outro, na maioria das
vezes não é um desejo altruísta e desprovido de expectativas.

Nosso senso comum externo
quer muito mais alimentar nosso ego. O desejo é na verdade o de ser bem visto, bem quisto,
amado, bem falado. Aplaudido.

É importante nos atentarmos para o fato de, inconscientemente, estarmos julgando as
atitudes das pessoas para criarmos oportunidades de interferência na vida das pessoas. Os
julgamentos que não são temperados pela misericórdia se tornam destrutivos e permitem que
os indivíduos façam mau uso do espaço do outro.

Nós não estamos sabendo respeitar o espaço do outro. A impulsividade e a reatividade estão
sendo maiores que a neutralidade e isso gera conflitos graves.

As vezes somos reativos pela ânsia de querer ajudar.

Muitas vezes julgamos a realidade do outro também pelo desejo de ajudar.

Ansiedade e julgamento intempestivo geram conflito e dor.

Entretanto, quando ajudamos alguém de forma neutra, impessoal e misericordiosa não existe
conflito.

Se houve o conflito, os egos estavam comandando a experiência.
Devemos rever a nossa forma de ajudar as pessoas.

Para ajudar temos que desenvolver os seguintes dons:
Neutralidade, Tolerância, Coragem, Silêncio, Respeito.

Cada ser humano tem a sua consciência e tem a sua condição de interpretar a vida segundo a bagagem que possui, e não existe certo ou
errado, existem fenômenos e experiências que nos fazem evoluir.

Estejamos atentos. No atual momento de purificação planetária,
a neutralidade deve receber força em nossos corações e a
misericórdia deve temperar nosso olhares. Orai e vigiai.

Paz e luz

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X